Ideia Ampla | por Paulinha Dias: Revolução Capilar/Transição Capilar

Revolução Capilar/Transição Capilar

Ver uma mulher com o cabelo cacheado natural, era a coisa mais rara do mundo e do dia para noite....BOOOO!!! Uma nave vinda de outro planeta aterrissou na terra e colocou um monte de mulheres e homens com cabelos cacheados e crespo.
Confesso, que essa seria uma explicação um "pouquinho” criativa, para explicar por que tantas pessoas resolveram assumir as cabeleiras que por "motivos desconhecidos" resolveram crescer em nossas cabeças.
Mas essas crespas e cacheadas não caíram do céu nem vieram de outros planetas, para conseguirem essa coroa dada pela natureza tiveram que lutar muito. Lutar contra os estereótipos que aprenderam a valorizar ao longo de suas vidas e principalmente se aceitar.
Pentear os cabelos de uma criança crespa e/ou cacheadas era uma seção de tortura, isso porque os cuidados para cabelos desse tipo se resumiam a esperar que a criança alcançasse uma idade dita razoável, para que seus cabelos fossem alisados.
A auto estima dessas crianças era destruída pelas pessoas que tinham como responsabilidade lhes proteger, transmitam-lhes estereótipos de beleza inalcançáveis e como resultados tínhamos adultos inseguros.
Corte químico, feridas no couro cabeludo, queimaduras de prancha são palavras muito conhecidas por quem gosta de cabelo liso, mas que naturalmente são enrolados. Assumir os cabelos crespos e cacheados é aceitar que ninguém é igual a ninguém.
Não se pretende sair da ditadura do liso e entrar na ditadura do cacheado, mas fazer com que as pessoas respeitem as suas peculiaridades, e não sejam apenas uma “Maria vai com as outras”.
— Quem dita as suas regras é você!
Essa revolução capilar não tem que acontecer apenas no nosso couro cabeludo, mas primeiramente em nossas vida e forma de ver o mundo. Existem pessoas com cabelos de cores, texturas e comprimentos diferentes. Se você não gosta, isso é problema seu; mas aprenda a respeitar o que é diferente.
Passar por uma transição capilar não é fácil, só quem já passou ou está passando que sabe. Transição capilar é se redescobrir a cada mês, se aceitar... e quando ela chega ao fim você olha no espelho e diz: essa sou eu!


Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *