Ideia Ampla | por Paulinha Dias: Medo do amor

Medo do amor


Quando estive cara a cara com o amor, senti medo.
Sempre desejei gostar de alguém de verdade,
mas quando isso aconteceu,
percebi que talvez ainda não esteja preparada.

Tenho vontade de recuar, 
de apagar do tempo e do espaço as palavras que disse,
 o momento em que te conheci.

Não é medo de me machucar, 
na verdade é mais medo de não corresponder suas expectativas. 

Não sei lidar com isso, é tudo muito novo para mim,
milhões de pensamentos e sentimentos 
passam por minha cabeça e meu coração.

Essa melancolia e felicidade que faz com que transborde.
Estou com medo!

Se eu fosse você, não estaria aqui.
Se eu fosse você, sairia da minha vida.

Meus pensamentos estão em constante conflito.
Uma parte de mim julga que o mais sensato, 
é esquecer esse sentimento e prosseguir...
tentado encontrar em outra esquina ou barraco
um sentimento mais tranquilo e corajoso.
Só que a outra parte de mim
me impulsiona à ir ao teu encontro, 
de me arriscar... de viver esse sentimento diferente.

Meu alerta de perigo esta piscando...
Tenho medo de você...
Tenho medo de atrapalhar a sua vida e te fazer uma pessoa infeliz.

Por que tudo tem que ser tão complicado?

Da medo pensar no amanhã e saber que é imprevisível! 
Da medo chegar o amanhã e descobrir
que você não esta mais aqui.

Tenho medo de te machucar,
de fazer você se arrepender de suas decisões.
Tenho medo...Tenho medo do amor.







Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *