Ideia Ampla | por Paulinha Dias: Redação, e agora?

Redação, e agora?

Quando se fala em redação, tem muitas pessoas que sentem um friozinho na barriga, porém está não é um bicho de sete cabeças como muitos pensam. As pessoas produzem redação a todo o momento, contudo muitas vezes não percebem que fazem isso.

Quando conta-se sobre a briga que aconteceu na esquina, descreve o carro visto na loja ou quando está se "enamorando por alguém" e começam a utilizar argumentos para conquistar; as pessoas estão produzindo redações, entretanto estas são faladas e não escritas. 

Produzir uma redação é colocar no papel as ideias que surgem em nossa mente, fazendo com que outras pessoas ao lerem possam observar e entender o nosso ponto de vista, mesmo que não concordem.

Aprender a produzir boas redações não é difícil, mas também não é uma coisa que se aprende da noite por dia, é um processo gradual que deve ser aperfeiçoado no dia-a-dia. Logo não existe um modelo padrão, ou uma regrinha milagrosa; só se aprende fazer redações fazendo.

No entanto existe praticas e hábitos que podem facilitar na hora da produção de textos, essas praxes são fácies e tem mais resultado do que qualquer curso de redação. São elas: leitura, grupos de debates, atualizações através de jornais e telejornais.

Manter-se atualizado é um dos quesitos principais para elaborar textos, pois eles permitem que desenvolvamos visão critica sobre os assuntos que assolam a sociedade, e através da redação aprendemos a nos posicionar.

Este post e os que seguirão, têm como objetivo fazer com que as pessoas entendam quais são os principais tipos de redações e como fazê-las; destruindo dessa forma a barreira que impedem com que defendam seus pontos de vista em textos escritos, melhorando suas notas em processos seletivos como concursos e vestibulares.

Leia Também
2leep.com

Comentários do facebook
2 Comentários do Blogger

2 comentários:

  1. Ter uma opinião e argumentos é fácil.
    Difícil é encarar a folha de papel em branco e escrever bem o que você queria dizer...

    PS: Gostei do blog, vou acompanhar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Fernanda, na hora do vamos ver se deixarmos nos dominar pela pressão não conseguimos fazer nada.
      Obrigada pela visita.
      Um xero,Ana.

      Excluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *