Ideia Ampla | por Paulinha Dias: 1822-Laurentino Gomes

1822-Laurentino Gomes





Sinopse - 1822 - Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D.Pedro a criar o Brasil - um pais que tinha tudo para dar errado - Laurentino Gomes-Um livro que desvenda os acontecimentos históricos com uma metodologia sem falhar e que se lê com um sorriso nos lábios. O livro 1822 pretende mostrar que país era este que a corte de D. João deixava para trás ao retornar a Lisboa, em 1821. Vai falar do Grito do Ipiranga, das enormes dificuldades do Primeiro Reinado, da abdicação de D. Pedro, em 1831, sua volta a Portugal para enfrentar o irmão, D. Miguel, que havia usurpado o trono, e a morte em 1834.

"1822 - Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D.Pedro a criar o Brasil - um pais que tinha tudo para dar errado - Laurentino Gomes"


ResenhaSe os livros de história utilizados pelos alunos nas salas de aula fosse apenas parecido com a forma que é escrito 1822, os alunos veriam a disciplina de história de uma forma muito mais agradável e prazerosa.1822 é um livro que conta a história da independência do Brasil, as histórias que todos querem saber mais que poucos falam sobre isso.


D.Pedro I não foi o herói que todos pensam nem o vilão que muitos querem acreditar, quando D.João foi para Portugal e deixou D.Pedro como regente ele fez o favor de limpar os cofres brasileiros deixando uma cituação de grande calamidade.Na época da independência o pais passava por uma situação muito critica, acontecia muitas revoltas internas e a viabilidade econômica era improvável.

" Os sonhos dos brasileiros em 1822 eram grandiosos[...]Dentro dele cabia a diminuta metrópole portuguesa 93 vezes.Os problemas, porém, eram proporcionais ao tamanho desses sonhos[...]De cada três brasileiros, dois eram escravos, negros forros, mulatos, índios ou mestiços.Era uma população pobre e carente de tudo.[...]À beira da falência, o novo país não tinha exercitos, navios, oficiais, armas ou munição para sustentar a guerra pela sua independência, que se prenunciava longa, cara e desgastante." 

O grande responsável pela independência do Brasil foi Portugal que com sua decisões precipitadas inflamou os ares no Brasil. José Bonifácio foi um grande sábio, pode se dizer que é graça a sua percepção de mundo inovadora que o Brasil deve agradecer a sua independência. Leopoldina foi um dos personagens históricos que mais me chamou atenção, pois teve uma participação expressiva na independência do Brasil, mas mesmo assim é esquecida em muitos livros de história.
Thomas Alexander Cochrane o herói e vilão da historia brasileira,que era chamado por Napoleão de o "El Diablo"; saqueou muitas cidades brasileira e abateu muitos navios portugueses.

A leitura do livro foi muito agradável e enriquecedora, fiquei triste apenas em perceber que sendo brasileira ainda conheço tão pouco da nossa história, a partir da leitura do livro de Laurentino Gomes começei a ver 1822 e a história do Brasil de uma maneira totalmente diferente.

[Resenha em construção]

Comentários do facebook
4 Comentários do Blogger

4 comentários:

  1. Eu também sei pouco de nossa história. As vezes buscamos conhecer histórias tão distantes da nossa e nos esquecemos de compreender o contexto histórico de nosso país e a sua repercussão na atualidade. Bela escolha!

    ResponderExcluir
  2. Estou gostando da resenha.Já li esse livro e também fiquei impressionada com a quantidade de informações que durante o ensino médio não temos acesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale Lucas, isso só prova o quanto o nosso sistema de ensino ainda é precário. Mas tenho fé que um dia isso mude!

      Um xero.

      Excluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *